O que fazer para vender os produtos parados no estoque

Ter produtos sem giro no estoque é o grande terror de qualquer empresário e com razão. Esses produtos ocupam espaço físico da loja, que poderia ser utilizado com outros itens mais rentáveis, e ainda seguram o seu capital de giro.

Produto parado no estoque = Dinheiro parado = Seu dinheiro que não está rendendo

Por isso, nós vamos te ajudar a como resolver esse problema e, claro, como evitar que isso aconteça com frequência.

1. Antes de tudo: Avalie o tempo de estoque

Para saber quais são esses produtos parados e qual a gravidade disso, você precisa analisar quanto tempo cada produto está no estoque e, assim, poder classificar em produtos que não tem saída a mais de 30, 60 ou 90 dias.

Você terá três grupos com urgências diferentes, poderá traçar estratégias de giro para cada uma e ainda saberá qual a proporção de produtos que estão ficando a mais tempo estocados.

2. Reposicione o produto

Avalie como esses produtos estão posicionados em sua loja, principalmente os estocados há mais tempo.

  • Será que é em um lugar com pouca visibilidade?
  • Será que você pode chamar mais atenção para ele?

Outra questão é o discurso e o preparo dos seus vendedores, pois o produto pode estar em um lugar de destaque, mas se os vendedores não souberem trabalhar com ele e mostrar o valor dele aos clientes, nada adianta mudar de lugar.

Então, fique atento a todos os aspectos que envolvem a não-venda de um produto para poder resolver uma a uma.

3. Faça menos liquidações e mais promoções estratégicas

Liquidações até trazem uma grande quantidade de clientes em sua loja e aumentam as suas vendas naquele período, mas, quando é feito com muita frequência, os clientes esperam por essa época para comprar com desconto. Dessa maneira, você diminui a frequência com que as pessoas vão em sua loja e perde oportunidades de vendas.

Por esse motivo, é mais benéfico realizar promoções estratégicas, como:

  • Brindes: ganha o produto X na compra do produto Y ou nas compras acima de determinado valor.
  • Desconto especial: na compra do produto Y, ganha um grande desconto no produto X.
  • Lembre-se de fazer promoções com produtos similares ou complementares, ou seja, que são relacionados ao mesmo tema (música, cozinha, decoração etc) ou a mesma pessoa (mãe, pai, namorado etc).

Essa estratégia influencia os indicadores mais importantes da sua loja, não somente o número de vendas, mas também o PA (peça por atendimento) e o TM (ticket médio).

4. Ofereça para as pessoas certas

Já falamos que cada vez mais os clientes querem um atendimento personalizado e uma experiência especial com a sua marca e produto, por isso saiba para quem você pode ofertar os seus itens estocados há muito tempo.

Da mesma maneira que as promoções devem ser estratégicas pensando em produtos relacionados, as suas ofertas por e-mail direcionadas aos clientes devem ser relacionadas ao que ele já comprou anteriormente.

Se o cliente comprou um porta-retrato com a temática de Dia das Mães, ofereça a caneca do mesmo tema. Ou se ele comprou uma jaqueta de couro masculina, oferte produtos que combinem com essa peça e tenham o mesmo estilo.

Assim, os clientes veem produtos que podem ser do interesse deles e você tem mais chances de fazer girar aquelas peças paradas.

5. Tenha um estoque inteligente

Não adianta colocar todo seu esforço para vender os produtos estocados há semanas se esse problema persistir. Então, o melhor jeito de prevenir isso é ter um estoque mais inteligente e estratégico. A gestão de estoques no varejo é a procura do constante equilíbrio entre a oferta e a demanda.

É importante avaliar os últimos meses, o mesmo período dos anos anteriores, a concorrência e a rede em caso de franquias. Você precisa analisar criticamente quais os produtos estão vendendo, quanto e qual a frequência disso para, assim, fazer decisões mais inteligentes quanto à gestão do seu estoque.

6. E para quem é cliente Disruptiva…

Quem faz a gestão analítica da sua loja com a plataforma Disruptiva tem a vantagem de se ter todas as informações rapidamente e de fácil interpretação.

Para saber os produtos parados há mais tempo, basta ir na aba “Estoque”, “detalhamento” e filtrar os produtos que não saem há mais de 30, 60 ou 90 dias. Assim, você tem em mãos quais os produtos se deve dar prioridade.

Também é possível ver quais colaboradores venderam esses produtos para eles auxiliarem os demais, além de facilitar uma bonificação extra para incentivá-los a vender ainda mais essas peças.

Outro ponto interessante é ver qual produto cada cliente comprou para poder ofertar outros relacionados e até ver os aniversariantes para oferecer brindes e descontos especiais.

 

Fazer uma gestão de estoque eficiente é fundamental para a saúde financeira e rentabilidade de sua loja. O estoque é mais do que produtos expostos em uma vitrine ou armazenados no seu depósito, ele é o seu capital investido e que precisa render para ser reinvestido.

Quais as suas dificuldades em relação à gestão de estoque? Deixe a sua dúvida nos comentários que nós vamos te ajudar.

Bruna Gonçalves

Formada em Jornalismo, já trabalhou com marketing digital e agora se aventura na área de Gestão de Produto da Disruptiva Franchise Intelligence. Ama tudo o que envolve tecnologia, comida e experiência do cliente.

3 Comments

Leave a Reply

Your email address will not be published.